Argentina se joga do 23º andar de hotel e sobrevive

Mulher de 30 anos caiu sobre táxi e foi levada para ambulatório do prédio de onde se atirou

Agência Estado

24 de janeiro de 2011 | 16h12

BUENOS AIRES - Testemunhas disseram ter visto uma mulher se jogar do 23º andar de um hotel de Buenos Aires e sobreviver. A mulher caiu em cima de um táxi, cujo motorista saiu pouco antes do impacto, que amassou o teto do veículo e quebrou o para-brisa.

 

A mulher, uma argentina de 30 anos, teve ferimentos por todo o corpo e foi atendida no ambulatório do Hotel Argerich, disse Alberto Crescenti, diretor serviço médico de emergência metropolitana.

 

O taxista, que se identificou como Miguel, disse que viu um policial olhando para cima, o que fez com que ele saísse do veículo pouco antes de o teto ser amassado pelo corpo da mulher.

 

Outro taxista, Juan Carlos Candame, disse à televisão da agência de notícias Associated Press (AP) que viu a mulher subir por uma grade e se jogar. Ela caiu do topo do Hotel Crown Plaza Panamericano, onde há um restaurante de onde se vê o Obelisco, ponto turístico bastante conhecido no centro da capital argentina. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
quedamulherArgentinahotel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.