Argentina vai propor regulação de dívida na ONU

A Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) debaterá uma proposta apresentada pela Argentina para estabelecer um marco regulatório que proteja as reestruturações de dívida de incursões especulativas.

Estadão Conteúdo

09 de setembro de 2014 | 18h41

Espera-se que o chanceler argentino Héctor Timerman seja um dos apresentadores do projeto, que busca implementar uma convenção multilateral sobre o assunto. O marco regulatório que a Argentina deseja pretende fixar normas de acordo com as quais, se a maioria dos credores aceitarem as condições de uma reestruturação de dívida, ela deva ser aceita por todos os detentores de bônus da dívida.

A Argentina faz a proposta depois de mais de uma década nos tribunais em uma disputa por pagamentos exigidos por diversos fundos de investimento americanos. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
ArgentinaONUdívida

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.