Natacha Pisarenko/AP/Arquivo
Natacha Pisarenko/AP/Arquivo

Argentina volta a cancelar voos por cinzas de vulcão

BUENOS AIRES - As companhias aéreas LAN, Aerolíneas Argentinas e Austral voltaram a suspender os voos que partem dos dois aeroportos de Buenos Aires, na tarde desta terça-feira, 26, em consequência das cinzas emitidas pelo vulcão chileno Puyehue Cordón-Caulle no espaço aéreo argentino.

MARINA GUIMARÃES, CORRESPONDENTE, Agência Estado

26 de julho de 2011 | 18h20

 

Um comunicado foi divulgado pelas empresas em nota oficial à imprensa, informando que estão analisando as condições meteorológicas e retomarão os voos quando as condições de segurança estiverem asseguradas.

 

De acordo com informações da assessoria de imprensa da Aerolíneas Argentinas e Austral Líneas Aéreas no Brasil, seis voos no total já foram cancelados. Três que sairiam da Argentina para o Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos), um para o Salgado Filho (Porto Alegre) e dois para o Antonio Carlos Jobim (no Rio).

 

Companhias brasileiras

 

Gol e TAM informaram que suas operações estão dentro do horário previsto. Além dos aeroportos de Buenos Aires, os voos estão suspensos também em Bariloche, Chapelco, Neuquén, Trelew, Viedma e Santa Rosa.

 

A previsão é que os voos fiquem suspensos até às 20 horas de hoje, mas o porta-voz da concessionária dos aeroportos locais na Argentina, Aeropuertos 2000, Julio Scaramella, informou que "ainda não há prognósticos para a retomada das operações".

 

Ele citou que "o comitê de crise está avaliando as condições dos ventos e do deslocamento das nuvens vulcânicas" e que a decisão de suspender os voos é de cada linha aérea.

 

Colaborou Wladimir D'Andrade, de São Paulo

Tudo o que sabemos sobre:
Argentinavulcãovoos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.