Arias: saída de Micheletti não resolve crise em Honduras

O presidente da Costa Rica, Oscar Arias, disse hoje que a eventual renúncia do presidente designado de Honduras, Roberto Micheletti, não seria uma saída para a crise no país centro-americano e reiterou que a solução inclui necessariamente a restituição do presidente deposto Manuel Zelaya ao cargo. "Don Roberto Micheletti diz que está disposto a renunciar para dar o poder a outra pessoa, mas isso não é uma solução porque o restabelecimento constitucional passa pela restituição do presidente Manuel Zelaya", disse Arias em entrevista ao programa de rádio "Nuestra Voz".

AE-AP, Agencia Estado

16 de julho de 2009 | 18h49

Enquanto isso, a destituída chanceler do governo Zelaya, Patricia Rodas, informou que Zelaya já iniciou seu regresso a Honduras. Ela não deu maiores detalhes mas disse que Zelaya "estará em algum momento em algum lugar de Honduras, já está indo para lá e que Deus o proteja e os povos da América o acompanhem". Arias explicou que a volta de Zelaya ao poder está no mandato da Organização dos Estados Americanos (OEA) e disse que na próxima rodada de conversações no sábado apresentará algumas opções.

Tudo o que sabemos sobre:
HondurasOscar AriasRoberto Micheletti

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.