Ariel Castro comete suicídio na prisão

Condenado por sequestrar três mulheres e mantê-las em cativeiro durante dez anos em Cleveland, Ariel Castro foi encontrado enforcado em sua cela na noite desta terça-feira em uma prisão na cidade de Orient, de acordo com a porta-voz do Departamento de Reabilitação e Correção, JoEllen Smith. A equipe médica da prisão aplicou manobras de reanimação cardiorrespiratória antes de Castro ser transportado para um hospital, onde foi declarado morto.

AE, Agência Estado

04 Setembro 2013 | 03h36

Autoridades acreditam que Castro deve ter cometido suicídio. Ele estava em prisão preventiva por causa da notoriedade do seu caso, o que significa que autoridades verificavam sua situação a cada 30 minutos, contudo ele não estava sob observação de suicídio, disse Smith.

As três mulheres desapareceram separadamente entre 2002 e 2004, quando tinham 14, 16 e 20 anos de idade. Elas escaparam no dia 6 de maio, quando uma das sequestradas quebrou parte de uma porta e pediu socorro. Castro foi preso naquela noite.

Ariel Castro foi condenado no dia 1º de agosto à prisão perpétua depois de se declarar culpado de 937 acusações, incluindo sequestro e estupro. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUAariel castrosuicídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.