Aristide se diz pronto a voltar 'imediatamente' ao Haiti

O ex-presidente do Haiti, Jean-Bertrand Aristide, que vive no exílio na África do Sul desde que foi derrubado por uma rebelião há cinco anos, disse hoje a que deseja voltar para seu país, devastado nesta semana por um terremoto, mas não indicou nenhum plano concreto para fazer isso. Aristide disse que deseja regressar "imediatamente".

AE-AP, Agencia Estado

15 de janeiro de 2010 | 17h19

Numa rara aparição pública, Aristide disse aos repórteres num hotel, perto do Aeroporto de Johannesburgo, que ele e sua família estão prontos para pegar um avião até o Haiti para socorrer o povo haitiano da catástrofe. Aristide disse que amigos, aos quais ele não nomeou, estão prontos a levá-lo de volta ao Haiti, com suprimentos médicos e outros equipamentos de emergência.

"Estamos prontos para partir hoje, amanhã, a qualquer hora para se juntar ao povo do Haiti, compartilhar do seu sofrimento, ajudar a reconstruir o país, tirar o povo da miséria e da pobreza para a dignidade", afirmou Aristide, ao lado da sua mulher Mildred.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.