Armas proibidas do Iraque estão na Síria, acusa Israel

As armas de destruição em massa e mísseis proscritos foram levados pelo Iraque à Síria, acusou um alto oficial do serviço secreto do Exército de Israel citado hoje pela rádio pública do Estado judeu.O general Yosi Kupferwasser, segundo a emissora, fez essa afirmação durante reunião a portas fechadas com membros da comissão de relações exteriores e de defesa do Knesset, o Parlamento israelense.O oficial destacou que, até o momento, as investigações das tropas anglo-americanas realizadas no oeste do Iraque sobre as supostas armas de destruição em massa não geraram resultados.Mais cedo, o secretário de Estado dos EUA, Colin Powell, ameaçou a Síria durante discurso a um grupo de judeus norte-americanos.Segundo Powell, a Síria terá de se decidir sobre se "manterá ou não seu apoio direto ao terrorismo" após a queda do governo iraquiano."A Síria deve assumir a responsabilidade por suas escolhas e também as conseqüências", ameaçou Powell.As declarações de Powell seguem-se aos comentários do secretário da Defesa, Donald Rumsfeld, de que o país está permitindo que equipamentos militares entrem no Iraque por sua fronteira. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.