Armas químicas de Assad estão seguras, diz Rússia

O chanceler russo, Sergei Lavrov, afirmou ontem que as armas químicas do regime de Bashar Assad estão "sob controle", concentradas em "um ou dois pontos do país". Lavrov afirmou ainda que China e Rússia seriam incapazes de persuadir Assad a desistir do poder. No início do mês, o enviado do Kremlin ao Oriente Médio insinuou que a Rússia, aliada do regime, está se preparando para tirar cidadãos do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.