Arqueólogo israelense morre após queda em escavação

Ehud Netzer, um destacado arqueólogo israelense, morreu hoje depois de ter sofrido uma queda em um sítio arqueológico onde trabalhava na Cisjordânia. Ele tinha 76 anos. Na última segunda-feira, Netzer conduzia a escavação em um sítio arqueológico da época do rei Herodes nos arredores de Belém quando sofreu uma queda de mais de três metros de altura depois de um andaime ceder. Netzer foi socorrido e internado em um hospital de Jerusalém, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu hoje.

AE, Agência Estado

28 Outubro 2010 | 20h15

Netzer era famoso por ter identificado uma antiga sinagoga e um palácio em Jericó dos tempos do antigo rei. Ele descobriu a tumba de Herodes em 2007. Por meio de nota, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, lamentou a morte de Netzer como trágica e qualificou-a como uma perda "para a família, para a pesquisa da herança de Israel e para a arqueologia". As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
arqueólogoIsraelmorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.