Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Dominik Gajda/AP
Dominik Gajda/AP

Arqueólogos encontram destroços de bombardeiro da 2ª Guerra perto de Auschwitz

Dentro do B-25 Mitchell foram encontrados também os restos mortais de quatro tripulantes da aeronave que caiu no sul da Polônia

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de janeiro de 2020 | 16h27

VARSÓVIA - Arqueólogos encontraram os destroços de um avião bombardeiro fabricado nos EUA e usado pelo Exército Vermelho Soviético na 2ª Guerra, juntamente com os restos mortais de quatro tripulantes da aeronave que caiu no sul da Polônia, informou a emissora privada TVN. O local do acidente fica perto de Auschwitz.

Apenas um homem sobreviveu quando o B-25 Mitchell foi abatido pela Força Aérea alemã em 19 de janeiro de 1945 - um comandante de 23 anos que saltou de paraquedas e foi levado para um cativeiro alemão.

Marta Wrobel, na cidade de Bierun, disse na época, à TVN, que a explosão do acidente foi forte o suficiente para atingir janelas e portas.

A descoberta dos destroços ocorre num momento em que líderes mundiais e alguns dos sobreviventes do Holocausto estarão reunidos no local do campo de extermínio nazista alemão em Auschwitz, na segunda-feira, para comemorar o 75º aniversário de sua liberação. 

Os restos mortais dos quatro tripulantes soviéticos que morreram no acidente serão enterrados em um cemitério do Exército Vermelho nas proximidades.

“Os esqueletos que escavamos até agora estão completos. Quase todos eles estão vestidos, encontramos peças dos uniformes soviéticos ou norte-americanos comumente usados em aeronaves Mitchell”, disse o arqueólogo Sebastian Witkowski./ REUTERS 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.