Artefatos caseiros explodiram em mesquita

As bombas que ontem explodiram na mesquita de Délhi, a maior da Índia, eram artefatos caseiros de pouca potência, informaram médicos locais. Treze pessoas ficaram feridas na mesquita de Yama Masjid, que não sofreu nenhum dano com as bombas que explodiram durante as orações desta sexta-feira, dia de descanso muçulmano. Segundo fontes policiais citadas hoje pelo jornal "Hindustan Times", se suspeitam que os explosivos eram compostos e uma substância química, provavelmente de amônio e envoltas com Politeno. Uma célula especial da polícia ade Nova Délhi investiga esse atentado e não acreditam que foi obra de algum importante grupo terrorista. As bombas, com pouca potência, estouraram com pouco tempo de diferença e provocaram apenas danos em torno da mesquita, um imponente edifício do século 17.

Agencia Estado,

15 Abril 2006 | 03h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.