Ártico pode ter maior jazida de gás/óleo não descoberta

A plataforma do Círculo Polar Ártico poderia esconder jazidas de gás natural e petróleo maiores do que se tinha calculado até agora, disseram cientistas americanos em um relatório publicado ontem na revista americana Science.

AE, Agencia Estado

30 de maio de 2009 | 09h25

Segundo os pesquisadores do Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), a região provavelmente contém 30% do gás natural não descoberto no mundo. Além disso, abrigaria 13% de todo o petróleo do planeta ainda não descoberto, acrescentaram.

Até agora, o USGS tinha calculado que, no Ártico, poderia haver 90 bilhões de barris de petróleo. Mas o novo estudo, com base nas análises das rochas sedimentares, revela que essas reservas poderiam ser de entre 40 bilhões e 160 bilhões de barris, segundo os cientistas.

As reservas, tanto de petróleo como de gás, estariam a menos de 500 metros da água, e a região constitui uma das poucas que restam no mundo ainda acessíveis à prospecção. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
combustíveisjazida

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.