Artista lembra morte de Jean Charles

O artista performático Mark McGowan representa hoje, em uma estação do metrô de Londres, o assassinato do brasileiro Jean Charles de Menezes, baleado em 22 de julho de 2005 por policiais que o confundiram com um terrorista. Para McGowan, o ato servirá para chamar a atenção das pessoas, "que só parecem se preocupar com o Natal", para a morte de Jean Charles. "A polícia o metralhou e depois mentiu para camuflar os fatos", disse o artista, conhecido por seus protestos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.