Assad não merece governar a Síria, diz Washington

Os Estados Unidos alertaram nesta quarta-feira sobre novas medidas internacionais para pressionar a Síria a interromper a sangrenta repressão contra os manifestantes e disseram que o presidente sírio Bashar Assad "não merece governar".

AE, Agência Estado

21 de dezembro de 2011 | 14h51

A Casa Branca, informa a agência France Presse (AFP), disse que se Damasco não implementar totalmente o plano da Liga Árabe para conter a violência, "a comunidade internacional tomará passos adicionais para pressionar o violento regime de Assad a interromper a repressão".

As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.