Assad terá 2 adversários em eleição presidencial na Síria

Presidente buscará no mês que vem um terceiro mandato de sete anos

AE, Agência Estado

04 Maio 2014 | 17h00

O presidente da Síria, Bashar Assad, enfrentará dois candidatos nas eleições marcadas para junho no país, anunciou neste domingo da Suprema Corte Constitucional.

Assad buscará no mês que vem um terceiro mandato de sete anos. Ele enfrentará Hassan bin Abdullah al-Nouri, um deputado de Damasco, e Maher Abdul-Hafiz Hajjar, deputado por Alepo.

Ao mesmo tempo em que aprovou as candidaturas de Assad, Nouri e Hajjar, o tribunal sírio considerou que 21 potenciais candidatos não poderiam concorrer. O porta-voz da Suprema Corte Constitucional, Majid Khadra, não explicou o motivo da desqualificação dos candidatos.

A votação ocorrerá em meio a uma guerra civil iniciada há três anos e que já matou mais de 150 mil pessoas. Analistas consideram improvável que Assad não seja reeleito e opositores denunciam o processo eleitoral como uma encenação para mantê-lo no poder.

Não há estatísticas confiáveis sobre o apoio da população a Assad, mas acredita-se que a maioria dos sírios não confia nas facções que tentam derrubar o governo.

Assad assumiu a presidência síria em 2000, após a morte de seu pai, Hafez Assad. Nas duas primeiras eleições, o nome de Assad foi submetido a referendo, sem candidaturas rivais. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Síria eleições Assad candidatos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.