Assange divulgará 1 milhão de documentos

O australiano Julian Assange, editor do site WikiLeaks, prometeu ontem, em discurso na Embaixada do Equador em Londres, onde está asilado desde junho, divulgar 1 milhão de documentos confidenciais em 2013. Com uma ordem de extradição para a Suécia, onde é acusado de crimes sexuais, ele não pode deixar a embaixada. Assange alega que é inocente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.