Assassinado dirigente de esquerda na Colômbia

O líder político colombiano Carlos Bernal foi assassinado na cidade de Cúcuta, no departamento (Estado) Norte de Santander, por matadores de aluguel, informou a polícia. Bernal era secretário do comitê local do Polo Democrático Independente (PDI), a principal força de esquerda da Colômbia, e também fazia parte do Comitê Permanente para a Defesa dos Direitos Humanos.O assassinato ocorreu ontem à noite. Um guarda-costas de Bernal também morreu no ataque. Segundo o comandante de polícia de Norte de Santander, coronel Fredy Pacheco, um suspeito foi capturado em conexão com o assassinato. No município de Cúcuta, 400 quilômetros ao noroeste de Bogotá, paramilitares de direita e as guerrilhas de esquerda travam uma intensa disputa por território.O deputado Gustavo Petro havia alertado sobre um plano de assassinar dirigentes do PDI. Segundo Petro, que faz parte da diretoria do PDI, por trás desse plano estaria o comandante paramilitar Miguel Arroyave, chefe do Bloco Centauros, que opera na capital em outras áreas do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.