Assassinado vice-governador e candidato das Filipinas

O vice-governador da província filipina de Kalinga, Rommel Diasen, de 57 anos, foi assassinado neste sábado, 7, por um desconhecido em outro ato de violência que estaria relacionado às eleições de 14 de maio."Estamos investigando a causa e a identidade do assassino, que escapou, possivelmente, com a ajuda de algum cúmplice. A teoria da vingança sempre está aí, mas, dado que se apresentava a governador (de Kalinga), não descartamos a motivação política", disse o diretor de Polícia Raul Gonzales.O assassinato ocorreu por volta das 13h (2h de Brasília) na localidade de Tabuk, capital provincial, cerca de 350 quilômetros ao norte de Manila.A Polícia Nacional das Filipinas registrou no período de 22 de janeiro a 13 de fevereiro onze assassinatos relacionados ao pleito de maio, uma tentativa frustrada de assassinato e dois casos de intimidações.Pelo menos outras duas pessoas morreram, também assassinadas, em 15 e 27 de março passados, uma candidata a prefeita e um vereador, respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.