Assassinados 18 camponeses na Colômbia

Os paramilitares assassinaram pelo menos 18 pessoas em três diferentes ações praticadas nos Estados colombianos de Córdoba, Meta e Valle del Cauca, informaram hoje autoridades militares. Ao mesmo tempo, outros 20 camponeses, supostos colaboradores da guerrilha de esquerda, que haviam sido seqüestrados no fim de semana em uma zona rural do departamento de Bolivar, foram resgatados pelas tropas do Exército. Nada se informou sobre a detenção de paramilitares nessas ações. Em uma zona rural do município de Calima, em Valle del Cauca, nove camponeses foram assassinados durante uma incursão de homens que se identificaram como integrantes das paramilitares Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC). Os militares disseram que outros 20 camponeses seqüestrados em Calima continuam em poder dos paramilitares, e que seus familiares, que denunciaram a ação, temem por suas vidas. Outra frente paramilitar invadiu uma aldeia do município Puerto Libertador, em Córdoba, e assassinou três homens e uma mulher, também por supostos vínculos com grupos rebeldes esquerdistas. Um terceiro ataque dos paramilitares nos arredores da cidade de Villavicencio, capital do departamento de Meta, deixou cinco camponeses mortos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.