Assassino de filho de Bill Cosby confessa crime

Michael Markhasev, acusado de assassinar o único filho do comediante norte-americano Bill Cosby, declarou-se culpado e desistiu da apelação apresentada após a sua condenação à prisão perpétua, informaram fontes oficiais nesta sexta-feira. "Sou culpado e quero fazer direito as coisas", disse Michael, de 22 anos, numa carta escrita a mão e entregue ao procurador geral da Califórnia, Bill Lockyer. "Em todo caso, quero me desculpar com a família da vítima", acrescentou ele.O assassinato de Ennis Cosby, de 27 anos, aconteceu em janeiro de 1997. Ennis, que se formou na Universidade de Columbia e se encontra em férias, foi morto ao parar num acostamento para trocar um pneu furado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.