Assassino de médico que fazia abortos é executado

Paul, Hill, ex-ministro religioso condenado pelo assassinato de um médico que realizava abortos e de um segurança, foi executado por injeção letal. Ontem, na véspera do dia marcado para sua morte, Hill disse que esperava uma grande recompensa no céu por seu crime.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.