Assassino de médico que fazia abortos é executado

Paul, Hill, ex-ministro religioso condenado pelo assassinato de um médico que realizava abortos e de um segurança, foi executado por injeção letal. Ontem, na véspera do dia marcado para sua morte, Hill disse que esperava uma grande recompensa no céu por seu crime.

Agencia Estado,

03 de setembro de 2003 | 19h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.