Assembleia eleita na Líbia 'recebe' poderes após 40 anos de ditadura

Conselho Nacional de Transição entregou poderes após país ser governado por Kadafi durante décadas

estadão.com.br,

08 de agosto de 2012 | 19h46

TRÍPOLI - O Conselho Nacional de Transição (CNT) da Líbia entregou os poderes à Assembleia formada após as eleições do dia 7 de julho. A cerimônia da noite desta quarta-feira, 8, marca a primeira transição depois de 40 anos da ditadura de Muamar Kadafi.

Veja também:

link Jibril dá 'surra' eleitoral em partido islâmico na Líbia

link 'O futuro da Líbia será bem melhor do que muita gente esperava'

"Entrego nossas prerrogativas constitucionais ao Congresso Geral Nacional (CGN) que é, de agora em diante, o representante legítimo do povo líbio", declarou, de acordo com a agência de notícias AFP, o presidente do CNT, Mustapha Abdeljalil, ao passar simbolicamente o poder ao decano dos 200 membros do Congresso, eleitos há um mês, nas primeiras eleições livres celebradas na Líbia. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.