Assentamentos lideram crescimento populacional em Israel

A população dos assentamentos judaicos no território palestino da Cisjordânia cresceu três vezes mais em relação ao restante de Israel em 2002, informou nesta terça-feira a Agência Central de Estatísticas do Estado judeu. A população nos assentamentos judaicos da Cisjordânia cresceu 5,7% em 2002. Na média geral, incluindo Israel e as colônias na Faixa de Gaza e na Cisjordânia, o índice de crescimento populacional foi de 1,9% no ano passado. A taxa de crescimento populacional de 2002 é uma das menores dos últimos anos em Israel. Yael Nathan, porta-voz da agência de estatísticas atribuiu a queda à redução no fluxo imigratório, 10% abaixo dos níveis registrados no início dos anos 90, quando moradores da extinta União Soviética chegaram em massa a Israel. Na Cisjordânia, entretanto, a taxa de crescimento superou os 5% registrados em 2001, prosseguiu Nathan. O aumento populacional concentrou-se em assentamentos dominados por judeus ultraortodoxos. As famílias ultraortodoxas seguem as instruções bíblicas "crescei e multiplicai-vos", o que faz com que sejam normalmente duas vezes maiores que as famílias seculares.

Agencia Estado,

29 Julho 2003 | 17h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.