Assinado acordo de paz para a Libéria

Rebeldes liberianos e o governo assinaram um acordo de paz que põe fim a três anos de guerra civil. A assinatura ocorre uma semana depois de o presidente Charles Taylor renunciar e partir para o exílio na Nigéria, e após a chegada ao país de tropas de paz das nações da África Ocidental e de apoio dos EUA.O acordo determina a formação de um governo de partilha de poder de dois anos, que deve levar o país a eleições. Os dois movimentos rebeldes - Liberianos Unidos por Reconciliação e Democracia, e o Movimento pela Democracia na Libéria - assinaram o tratado, juntamente com representantes do governo pós-Taylor. Pelo acordo, as três facções abrem mão dos altos cargos da administração, abrindo caminho para um governo encabeçado por não-combatentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.