Assistente de Bento XVI visita mulher que o derrubou

Um porta-voz do Vaticano informou que um assistente pessoal do Papa Bento XVI visitou a mulher que saltou uma barreira de segurança e derrubou o pontífice durante a Missa do Galo, na Basílica de São Pedro, na véspera do Natal.

AE-AP, Agencia Estado

03 de janeiro de 2010 | 12h47

O reverendo Federico Lombardi disse que Bento XVI pediu que o auxiliar visitasse a mulher, que está sendo tratada por problemas psiquiátricos, para "mostrar o interesse e benevolência do Papa".

Lombardi não quis comentar a notícia de um jornal italiano de que o auxiliar papal disse à mulher durante a visita, realizada em 26 de dezembro, que o Papa a perdoou.

Susanna Maiolo, de 25 anos, derrubou o Papa enquanto ele caminhava pelo corredor principal da Basílica de São Pedro para começar a Missa do Galo. O pontífice não se feriu.

Tudo o que sabemos sobre:
VaticanoPapamulherMissa do Galo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.