Asteroide passa perto da Terra sem causar problemas

Um asteroide de 46 metros de diâmetro passou perto da Terra na tarde desta sexta-feira sem causar problemas. Trata-se da maior aproximação de que se tem notícia de uma rocha deste tamanho por nosso planeta.

AE, Agência Estado

15 de fevereiro de 2013 | 18h01

A agência aeroespacial norte-americana (Nasa, por suas iniciais em inglês) calculou que o asteroide 2012 DA14 passou a 27.357 quilômetros da Terra, um "raspão" em termos astronômicos.

A trajetória do asteroide o levou a uma área mais próxima do que a orbitada por muitos dos satélites artificiais de comunicação e meteorologia que servem à Terra.

Pequeno demais para ser observado a olho nu, o asteroide passou sobre o Oceano Índico, perto da ilha indonésia de Sumatra, por volta das 17h30 de hoje, no horário brasileiro de verão. Na Austrália, o rastro do corpo celeste pôde ser visto no céu noturno com a ajuda de binóculos e de telescópios.

A passagem do 2012 DA14 ocorreu apenas algumas horas depois de um meteorito ter atingido a região dos Montes Urais, na Rússia.

A onda expansiva da explosão do meteorito estilhaçou vidros, ferindo mais de mil de pessoas, mas cientistas descartaram relação entre o objeto que caiu na Rússia e o asteroide que cruzou os céus do Oceano Índico.

Astrônomos consideraram uma coincidência o fato de os dois eventos terem acontecido no mesmo dia, uma vez que o asteroide e o meteoro viajam em direções opostas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Terraasteroide

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.