Astro pop é preso em conexão com escândalo de pedofilia

Cantor Gary Glitter é suspeito de ligação com o apresentador Jimmy Savile, que teria abusado de até 300 meninas.

BBC Brasil, BBC

28 de outubro de 2012 | 08h03

O ex-astro pop Gary Glitter foi preso em suspeita de ligação com crimes sexuais contra menores cometidos pelo apresentador de TV Jimmy Savile.

Savile, morto no ano passado aos 84 anos de idade, foi um dos mais célebres apresentadores de TV e rádio da Grã-Bretanha.

A polícia suspeita que Savile teria abusado de até 300 meninas e alguns meninos ao longo de quatro décadas.

Glitter, de 68 anos, cujo nome verdadeiro é Paul Gadd, ganhou fama na década de 70.

Ele foi preso anteriormente por crimes sexuais contra menores e chegou a ser preso por ter abusado de crianças no Vietnã. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.