Astronauta que tentou matar rival será julgada até agosto

A astronauta Lisa Novak, acusada de atacar num aparente ataque de ciúmes a sua rival em um triângulo amoroso com um piloto do ônibus espacial Discovery, será julgada em julho ou no princípio de agosto, informaram na terça-feira, 20, fontes judiciais americanas.O julgamento de Novak, de 43 anos e mãe de três filhos, será fixado numa data entre 30 de julho e 15 de agosto, informou Danielle Tavernier, diretora de Comunicações da Promotoria do Distrito nove da corte de Orlando (Flórida).Novak foi detida no dia 6 de fevereiro, no aeroporto de Orlando. Ela foi acusada de roubo de veículo com assalto e tentativa de seqüestro com intenção de causar dano físico à capitão da Força Aérea Colleen Shipman. A vítima tinha uma relação amorosa com o astronauta William Oefelein, segundo a polícia de Orlando.Uma audiência judicial foi marcada para esta quinta-feira, 22, mas Novak não deve comparecer. Seus advogados depositaram uma declaração de inocência.Segundo a polícia de Orlando, Novak viajou mais de 1.800 quilômetros para encontrar Shipman, que chegava num vôo de Houston para Orlando.Novak se aproximou da rival e a atacou com um spray de pimenta. Depois, tentou eliminar as provas do seu ataque.Ainda de acordo com a polícia, Novak teria sofrido um ataque de ciúmes incontrolável após ler os e-mails trocados por Shipman e Oefelein. A ré foi despedida da Nasa e está em liberdade, depois de pagar uma fiança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.