Astronautas instalam laboratório Destiny

Com grande ansiedade em todas as etapas da caminhada, os astronautas do ônibus espacial Atlantis instalaram ontem o laboratório Destiny, de US$ 1,4 bilhão, na estação espacial internacional. A operadora do braço mecânico da nave, Marsha Ivins, cuidadosamente retirou o laboratório do compartimento de carga do ônibus espacial e, após quase duas horas de manobras, ela ergueu o novo módulo até a estação.Como Ivins tinha visão de seu trabalho apenas por meio de câmeras, dois cosmonautas realizaram uma caminhada espacial para ajudá-la, trabalhando como se fossem seus olhos. Depois de perceber que o laboratório e a estação estavam conectados, o astronauta Thomas Jones avisou: "Notícias excelentes!"Jones e seu colega de caminhada espacial, Robert Curbeam Junior, começaram imediatamente a ligar os cabos de energia, dados e linhas de fluidos entre o laboratório e o resto da estação espacial Alpha.

Agencia Estado,

11 de fevereiro de 2001 | 10h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.