Astronautas instalam nova câmera no telescópio Hubble

Dois dos astronautas do ônibus espacial Atlantis instalaram hoje com sucesso numa nova câmera, com o tamanho aproximado de um piano, no telescópio Hubble. John Grunsfeld e Andrew Feustel tiveram trabalho ao remover a velha câmera do telescópio porque um parafuso estava emperrado. O controle da missão ordenou, então, que os astronautas usassem o máximo de força que pudessem, apesar do risco de o parafuso ficar preso. Caso isso acontecesse, a câmera velha ficaria presa e não seria possível instalar a nova.

AE-AP, Agencia Estado

14 de maio de 2009 | 17h33

O esforço extra valeu a pena, mas deixou os astronautas um pouco atrasados em sua primeira caminhada espacial da missão do Atlantis. No total, cinco caminhadas espaciais estão planejadas para consertar partes quebradas do Hubble e ligar instrumentos científicos de alta tecnologia. A Atlantis está viajando numa órbita a 560 quilômetros acima da Terra, faixa poluída com lixo espacial.

Um pedaço de lixo de dez centímetros passou a poucos quilômetros de distância da nave na noite de ontem, poucas horas depois de o Atlantis ter capturado o Hubble. Mesmo algo tão pequeno poderia causar grandes danos. Pela primeira vez, um outra nave está de prontidão em território norte-americano caso haja necessidade de resgatar a tripulação do Atlantis.

Instalada a câmera, os dois astronautas iniciaram a tarefa seguinte: trocar uma unidade de dados de um computador que quebrou em setembro do ano passado. Eles também têm de conectar um anel de ancoragem para que um artefato robótico possa guiar o telescópio para o oceano Pacífico quando ele deixar de funcionar, daqui a alguns anos. Outra dupla de astronautas fará, amanhã, a segunda caminhada espacial.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAastronautasHubbleAtlantis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.