Ataque a área palestina deixou mais de mil mortos

A última ofensiva militar israelense contra o grupo radical Hamas na Faixa de Gaza teve início no dia 27 de dezembro e foi uma resposta aos repetidos lançamentos de foguetes Kassam a partir do território palestino contra áreas civis de Israel. Até o fim da guerra, no dia 18 de janeiro, mais de mil palestinos tinham morrido, a maioria civis. Do lado israelense, foram registradas 13 mortes. O conflito foi marcado por acusações de violações às normas da guerra feitas pela ONU e por diversas ONGs de direitos humanos contra ambos os lados. Num dos episódios mais controvertidos, o Exército israelense foi acusado de atacar uma escola da ONU um dia antes do anúncio do cessar-fogo. Israel rejeita essa versão. Autoridades palestinas calculam que o custo da reconstrução da Faixa de Gaza chegue a US$ 2 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.