Ataque a bairro xiita de Bagdá deixa 19 mortos

Homens armados atacaram um estacionamento em um bairro xiita de Bagdá nesta terça-feira, atingindo os guardas e detonando um carro bomba próximo a um tanque de petróleo. A ação deixou ao menos 19 mortos e dezenas de feridos. A escalada de violência nos arredores de Bagdá e outras partes do país deixou ao menos 36 mortos no dia em que o primeiro-ministro designado do país anunciou estar próximo de formar um novo governo antes da data limite de 22 de maio.Está cada vez mais claro que qualquer acordo final depende do desbloqueio das discussões sobre que partido ficará com os ministérios do Interior e da Defesa, cargos disputados pela Aliança Xiita Iraquiana, que tem 130 dos 275 assentos do parlamento, e a Frente Sunita, que conta com 55 cadeiras. O árabes sunitas têm insistido na pasta da Defesa.ViolênciaO ataque com carro-bomba desta terça-feira aconteceu no distrito comercial de Shaab, no noroeste da capital. Segundo o policial Ali al-Obeidi, o incidente começou quando homens armados abriram fogo contra quatro guardas que tomavam conta de um estacionamento próximo a um mercado local.Assim que os transeuntes correram para a área, um carro-bomba explodiu próximo a um tanque de petróleo, que também explodiu, engolindo a região em uma grande bola de fogo. O ataque parece ter sido organizado para matar o maior número de pessoas possíveis. A motivação do atentado, no entanto, permanece indefinida, mas é provável que tenha sido sectário. O bairro em que as explosões ocorreram é majoritariamente xiita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.