Ataque a banco central mata 15 em Bagdá

IRAQUE

, O Estado de S.Paulo

14 de junho de 2010 | 00h00

Homens-bomba e atiradores usando uniformes militares mataram ontem 15 pessoas e mantiveram dezenas de reféns por mais de três horas numa ousada ação contra o Banco Central do Iraque, no centro de Bagdá. Um grupo de insurgentes tomou o prédio após promover uma série de oito explosões em menos de uma hora. O Exército cercou o edifício, matou um número não divulgado de rebeldes e retomou o local após intensos tiroteios. Segundo as autoridades, o grupo não pretendia levar dinheiro do banco. Tratava-se de terroristas suicidas que tinham como objetivo matar o maior número possível de policiais e soldados iraquianos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.