Ataque a bomba contra veículo de segurança mata 1 e fere seis no Egito

Um egípcio morreu e seis ficaram feridos em um ataque a bomba nesta quarta-feira contra um veículo de segurança na península do Sinai, perto da fronteira com Israel, relataram fontes de segurança.

Reuters

21 Maio 2014 | 19h59

Autoridades e testemunhas disseram que há civis e seguranças entre os mortos.

O Egito vem sendo alvo de uma onda de violência, incluindo ataques de militantes islâmicos radicados no Sinai contra forças de segurança, desde que o Exército depôs o presidente islâmico eleito Mohamed Mursi em julho na esteira de protestos contra o seu governo.

Testemunhas disseram que o ataque desta quarta-feira foi realizado por dois homens em uma motocicleta que atiraram uma bomba contra um veículo de segurança na cidade de Al-Arish, no norte do Sinai, e fugiram.

O Ministério do Interior confirmou o atentado e disse que sete pessoas foram feridas. A televisão estatal relatou que o ataque deixou mortos e feridos, mas não deu detalhes.

A eleição presidencial está marcada para 26 e 27 de maio, e o ex-chefe do Exército Abdel Fattah al-Sisi é o favorito.

No sábado passado, três pessoas saíram feridas de um ataque a bomba em um comício pró-Sisi no Cairo.

(Reportagem de Ali Abdelatay e Yasmine Saleh)

Mais conteúdo sobre:
EGITO BOMBA MORTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.