Ataque a bomba mata três pessoas e fere cinco na Argélia

Explosivo foi deixado em uma sacola na porta de um complexo policial, em frente a um mercado aberto

Associated Press

14 de setembro de 2007 | 16h04

Um bomba explodiu na frente de um complexo residencial de funcionários da polícia argelina, ao leste da capital, Argel, nesta sexta-feira, 14. O atentado deixou pelo menos três mortos e outros cinco feridos. A explosão ocorreu na cidade de Zemmouri, 50 quilômetros ao leste de Argel, às 17h30 do horário local, informaram os moradores. Os feridos foram levados ao hospital vizinho em Borj Menaiel. Na semana passada, dois atentados a bomba mataram dezenas de pessoas na Argélia. Nenhum grupo assumiu a autoria do ataque de hoje, mas as suspeitas recaem sobre a Al-Qaeda no Magrebe Islâmico. Segundo os médicos, oito pessoas foram feridas no ataque, das quais três com gravidade. Essas três pessoas faleceram depois no hospital de Borj Menaiel. A bomba foi deixada dentro de uma sacola largada na entrada do complexo, disse um oficial da polícia local. Na frente do complexo existe um mercado aberto.

Tudo o que sabemos sobre:
ArgéliaAtentado terrorista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.