Ataque à embaixada dos EUA deixa 2 mortos na Turquia

Homem-bomba detonou explosivos diante de guarita de segurança na parte externa

AE, Agência Estado

01 de fevereiro de 2013 | 10h17

ANCARA - A embaixada dos Estados Unidos na Turquia foi alvo de um atentado suicida na manhã desta sexta-feira (01). De acordo com as primeiras informações da polícia local, um homem-bomba detonou seus explosivos na parte externa do prédio, na capital Ancara, atingindo a guarita de segurança. Além do próprio terrorista, pelo menos um guarda da embaixada morreu e outro ficou ferido no ataque.

Emissoras de televisão locais relatam que várias ambulâncias foram enviadas para o local e a polícia formou um cordão de isolamento nas proximidades. Washington ainda não comentou o ataque contra sua representação. Nenhum grupo terrorista reivindicou a ação até o momento.

O atentado acontece no dia em que o senador John Kerry assumirá o cargo de secretário de Estado dos EUA. Hillary Clinton, que liderou o Departamento de Estado durante todo o primeiro mandato de Barack Obama, deixa o posto.

O ato contra a embaixada na Turquia é o segundo em menos de um ano contra uma representação diplomática dos EUA. Em setembro, um ataque matou o embaixador americano na Líbia, Christopher Stevens. O diplomata foi morto durante a invasão por extremistas do consulado dos EUA em Benghazi. Stevens visitava o local.

As informações são da Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
Turquiaataqueembaixada dos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.