Ataque a escola matou 9 na Finlândia, confirma prefeitura

A prefeitura da cidade de Kauhajoki, no oeste da Finlândia, confirmou que nove pessoas morreram hoje no ataque perpetrado por um homem mascarado, que abriu fogo em uma escola para adultos. Havia cerca de 200 estudantes no local quando ocorreu o crime, de acordo com a imprensa. Segundo uma fonte de um hospital, o autor dos disparos estava "gravemente ferido". A polícia informou que ele atirou em si mesmo."O incidente está encerrado agora", disse o chefe da polícia local, Jussi Muotio. "Em um curto período de tempo eu ouvi várias dezenas de tiros. Em outras palavras, foi uma pistola automática", disse o zelador da escola Jukka Forsberg. A agência local STT afirmou que o prédio estava em chamas e que o autor do ataque também teria explosivos. Quase um ano atrás, Pekka-Eric Auvinen, de 18 anos, abriu fogo em sua escola no sul da Finlândia, em 9 de novembro. Ele matou seis estudantes, uma enfermeira e o diretor do colégio, antes de cometer suicídio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.