Ataque a manifestantes deixa 2 mortos na Tailândia

Ao menos duas pessoas morreram na capital da Tailândia, Bangcoc, em ataques a acampamentos de manifestantes contrários ao governo da ex-primeira-ministra Yingluck Shinawatra. Dessa forma, o total de mortos desde o início dos violentos protestos, em novembro, sobe para 27.

AE, Agência Estado

14 Maio 2014 | 22h45

O acampamento, próximo ao Monumento à Democracia, foi alvo de explosões e tiros. Segundo o centro médico de Erawan, 22 pessoas estão feridas.

A Corte Constitucional ordenou na semana passada a deposição da primeira-ministra diante da acusação de nepotismo, mas os manifestantes afirmam que a saída de Shinawatra não é o suficiente, já que ela foi substituída interinamente por um membro do mesmo partido, Niwattumrong Boonsongpaisan.

Os manifestantes querem que o Senado e os tribunais intervenham na crise para instalar um primeiro-ministro "neutro", mas o governo alega que a proposta é uma ameaça ao sistema democrático e seria o equivalente a um golpe. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Tailândia protestos mortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.