Ataque a peregrinos mata 14 e fere 45

Um militante detonou ontem os explosivos que carregava (foto)contra uma multidão de peregrinos muçulmanos em Akuressa, Sri Lanka, matando pelo menos 14 pessoas e ferindo 45, entre eles um ministro. O governo cingalês acusou o grupo separatista Tigres Tâmeis pelo ataque, mas não houve confirmação por parte dos rebeldes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.