Ataque a prisão de Bagdá deixa 22 mortos

Morteiros disparados contra o presídio de Abu Ghraib mataram 22 detentos e feriram outros 92, informam militares americanos. Todos os mortos e feridos no ataque à prisão, administrada pelos Estados Unidos, eram ?detentos de segurança?, disse o coronel Jill Morgenthaler, significando que estavam sendo mantidos sob custódia por suspeita de envolvimento com a revolta contra a ocupação do Iraque ou com remanescentes da ditadura de Saddam Hussein.Vinte e cinco dos prisioneiros foram levados de helicóptero para tratamento médico de emergência, disse Morgenthaler. ?Não é a primeira vez que vemos esse tipo de ataque. Não sabemos se tentavam causar uma rebelião ou uma fuga em massa?, afirmou o general Mark Kimmitt.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.