Ataque a tribunal deixa ao menos 4 mortos no Paquistão

Facção local ligada ao Taleban assumiu responsabilidade

O Estado de S.Paulo

21 Fevereiro 2017 | 05h23

PESHAWAR, PAQUISTÃO - Terroristas atacaram um complexo judiciário no Paquistão nesta terça-feira, 21, deixando ao menos 4 mortos, de acordo com a polícia. A facção local Jamaat-ur-Ahrar, ligada ao Taleban, assumiu a responsabilidade pelo ataque.

O ataque ocorreu na cidade de Charsadda, no noroeste do país. A polícia relata quatro mortos, mas testemunhas disseram à agência de notícias Reuters que há "muitos" corpos espalhados pelo local.

O chefe da polícia local, Sohail Khalid, disse que um dos homens entrou no tribunal atirando para o alto, enquanto o outro abriu fogo contra as pessoas que estavam no local. Eles foram mortos.

O caso ocorreu pouco mais de dez dias depois de um ataque no qual morreram mais de 100 pessoas.

O porta voz da Jamaat-ur-Ahrar, Asad Mansoor, alegou a responsabilidade pelo ataque em uma mensagem destinada aos jornalistas. / REUTERS

Mais conteúdo sobre:
PAQUISTÃO Taleban

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.