Ataque a turistas europeus na Etiópia deixa 5 mortos

No grupo de turistas estavam pessoas da Áustria, Bélgica, Alemanha, Hungria e Itália

AE, Agência Estado

18 de janeiro de 2012 | 11h19

ADIS-ABEBA, ETIÓPIA - Homens armados atacaram um grupo de turistas europeus no árido norte da Etiópia. Cinco turistas morreram, dois ficaram feridos e outros dois foram sequestrados. O ministro de Comunicações etíope, Bereket Simon, disse que homens armados, provenientes da vizinha Eritreia, atacaram o grupo de turistas durante a madrugada de terça-feira, 17. Dois etíopes também foram levados como reféns.

No grupo de turistas estavam pessoas da Áustria, Bélgica, Alemanha, Hungria e Itália, afirmou Bereket. Dois alemães, dois húngaros e um austríaco foram mortos, segundo um relatório da Interpol citado pelo porta-voz do primeiro-ministro da Hungria. Dois belgas ficaram seriamente feridos e dois italianos escaparam ilesos, diz o documento. Dois alemães foram sequestrados.

O primeiro-ministro da Áustria confirmou que um austríaco da província da Alta Áustria está entre os cinco mortos. Já autoridades etíopes não puderam informar com certeza a origem das vítimas.

A televisão estatal etíope informou na terça-feira que o grupo era composto por oito turistas, mas o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores austríaco, Peter Launsky-Tiefenthal, disse na noite de terça-feira que 22 pessoas podem ter sido atacadas, embora ele tenha dito que nos números não foram confirmados.

Os turistas visitavam uma região vulcânica da região de Afar, no norte do país, que fica abaixo do nível do mar e é conhecida por seu intenso calor e pelas salinas pitorescas.

Aparentemente, os turistas estavam viajando com a empresa Green Land Tours and Travel, sediada em Adis-Abeba, segundo três fontes da capital etíope, que não quiseram divulgar seus nomes porque a informação ainda não foi tornada pública.

A Green Land Tours and Travel oferece um pacote de 15 dias de viagem para a região de Afar, que inclui visitas para ver a extração de sal e caminhadas ao redor do vulcão, onde há piscinas de lava.

 

As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Etiópiaturistasmorteataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.