Ataque a van de passageiros deixa 9 mortos na Tailândia

Nove pessoas, entre elas duas crianças, foram assassinadas a tiros nesta quarta-feira, 14, quando viajavam numa van que foi interceptada por supostos rebeldes separatistas numa estrada da província de Yala, na região muçulmana do sul da Tailândia, informou a polícia.Oito pessoas morreram na hora, inclusive duas crianças de 9 e 10 anos. A nona vítima morreu logo após chegar ao hospital provincial de Yala.O motorista da van ficou ferido no ataque, que ocorreu por volta das 9h30 da manhã (23h30 de terça-feira, em Brasília), disse o chefe de polícia coronel Apirak Sangkao.As vítimas iam à cidade de Had Yai, saindo de Yala, capital da província do mesmo nome, cerca de 1.100 quilômetros ao sul de Bangcoc.O ataque coincide com o aniversário da fundação do grupo separatista Frente Nacional da Revolução. A polícia tinha reforçado as medidas de segurança, temendo atos de violência dos rebeldes.Texto atualizado às 2h50

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.