Ataque aéreo americano mata 11 pessoas no Iraque

Pelo menos 11 pessoas morreram em um ataque aéreo americano contra um suposto esconderijo de militantes islâmicos ao norte de Bagdá, informou hoje o comando militar dos Estados Unidos no Iraque. O major Derrick Cheng, porta-voz do Exército americano, assegurou que o local era um esconderijo rebelde e disse que, depois do bombardeio, soldados dos EUA checaram o local e encontraram armas, munições e pedaços de bombas de fabricação caseira.

AE-AP, Agencia Estado

20 de março de 2009 | 10h22

Não se sabe ainda se alguma das vítimas do bombardeio era civil. Uma fonte nos serviços locais de segurança disse que o ataque aéreo ocorreu ontem. Cheng disse que o suposto esconderijo rebelde situava-se em Balad Ruz, na província de Diyala, cerca de 70 quilômetros a nordeste da capital iraquiana.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueviolênciamorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.