AFP PHOTO / ABDULMONAM EASSA
AFP PHOTO / ABDULMONAM EASSA

Ataque aéreo contra cidade síria deixa oito mortos, incluindo uma mulher e três crianças

Bombardeio foi realizado no noite de segunda-feira em Arbin, perto de Damasco, região controlada pelos opositores ao regime de Bashar Assad

O Estado de S.Paulo

25 Julho 2017 | 11h45

BEIRUTE - Pelo menos 8 civis morreram e 30 ficaram feridos no bombardeio aéreo contra uma cidade rebelde síria perto de Damasco, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) nesta terça-feira, 25.

O ataque foi realizado na noite de segunda-feira na cidade de Arbin, controlada pelos opositores ao regime do presidente sírio, Bashar Assad.

"Há três crianças e uma mulher entre os oito civis mortos", declarou o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman, acrescentando que o bombardeio foi feito por aviões russos ou sírios.

O ataque foi tão potente que pôde ser ouvido em várias localidades vizinhas, relatou um jornalista da agência de notícias France-Presse na região de Guta Oriental, onde está localizada Arbin.

A região de Guta Oriental conta com quatro "zonas de desescalada" decididas em maio nas negociações entre Turquia, que apoia os rebeldes, e Rússia e Irã, aliados do governo sírio.

No sábado 21, o Exército sírio anunciou o cessar dos combates em algumas zonas dessa região, mas, segundo o OSDH, os aviões do governo continuam lançando bombardeios.

Moscou anunciou na segunda-feira ter enviado duas equipes de controle e quatro de vigilância, encarregadas de garantir o respeito à trégua firmada com grupos rebeldes. Nenhuma organização rebelde confirmou a existência do acordo até o momento. / AFP

Mais conteúdo sobre:
Síria Bashar Assad

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.