Ataque aéreo contra EI atinge refinaria na Síria

Ataques aéreos provavelmente realizados pela coalizão liderada pelos EUA atingiram uma refinaria de petróleo controlada pelo grupo extremista Estado Islâmico na Síria. Segundo relatos de ativistas e testemunhas, os bombardeios sacudiram prédios e lançaram chamas nas proximidades da fronteira com a Turquia.

Estadão Conteúdo

28 de setembro de 2014 | 16h49

O grupo sírio afiliado à Al-Qaeda advertiu que os muçulmanos atacariam países que participassem dos ataques aéreos, que têm como alvo tanto o Estado Islâmico - com o qual a Al-Qaeda está em guerra - como militantes radicais que lutam para derrubar o presidente sírio, Bashar Assad.

Explosões iluminaram o céu por duas horas na refinaria localizada na cidade de Tel Abyad, no norte da Síria, nesta madrugada (horário local), disse o empresário turco Mehmet Ozer, que vive na vizinha cidade turca de Akçakale.

A coalizão liderada pelos EUA tem buscado atingir instalações na Síria constroladas pelo Estado Islâmico com o objetivo de paralisar suas finanças. Acredita-se que o grupo ganhe cerca de US$ 3 milhões por dia com a venda de petróleo contrabandeado no mercado negro e com sequestros e extorsões. Fonte: Associated Press

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.