Ataque aéreo da Otan mata 14 civis no Afeganistão

Um ataque aéreo da Otan mirando insurgentes atingiu, inadvertidamente, duas casas civis na província de Helmand, matando 14 mulheres e crianças, segundo um oficial do governo afegão.

AE, Agência Estado

29 de maio de 2011 | 10h53

Dawood Ahmadi, porta-voz para o governo da província, disse que a Aliança do Atlântico Norte lançou o ataque ao final do sábado, em retaliação a um ataque no início do dia à base de fuzileiros norte-americanos no distrito Nawzad, na província Helmand. Ele disse que a Otan atingiu duas casas civis, matando cinco garotas, sete garotos e duas mulheres.

O porta-voz da Otan, major Tim James, disse que a coalizão e uma delegação afegã estava indo ao local da ocorrência, neste domingo, para investigação. Ele não confirmou o ataque aéreo nem forneceu detalhes.

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, repetidamente tem dito para as forças da coalizão minimizarem os ataques noturnos e aéreos, com o objetivo de evitar mortes acidentais. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
OtanAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.