Ataque aéreo da Otan no leste afegão mata 13 civis

Treze civis, a maioria mulheres e crianças, morreram em um ataque aéreo hoje da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) na província de Khost, no leste afegão, afirmou o chefe da polícia provincial Mohamad Zazai. "Infelizmente, oito mulheres, quatro crianças e um homem foram mortos em um ataque da Otan contra uma casa residencial no distrito de Dowamanda no início desta manhã", disse Zazai.

AE, Agência Estado

07 de julho de 2011 | 11h43

Segundo ele, quatro militantes ligados à rede Haqqani, vinculada ao Taleban, também morreram no ataque. "O corpo de um comandante Haqqani e três combatentes também foram recolhidos das proximidades da casa. Uma delegação foi enviada para investigar o acidente".

Um porta-voz do governo provincial confirmou que civis foram mortos no incidente, sem dar detalhes. A Otan afirmou que os mortos eram familiares de membros da rede Haqqani, que eram o alvo. Um porta-voz disse que forças lideradas pelo afegãos estavam em uma busca por insurgentes, quando foram atacados por granadas propelidas por foguete e outras armas.

"Respondendo ao ataque insurgente, as forças de segurança dispararam de volta e pediram uma equipe de armas aéreas. O ataque subsequente matou vários insurgentes e intencionalmente alguns membros da família", afirmou o porta-voz.

As mortes geraram protestos que bloquearam a principal rodovia próxima que liga a região à capital, Cabul. Na quarta-feira, autoridades na província de Ghazni, no sul afegão, disseram que dois civis foram mortos em outro incidente militar. A Otan afirmou que investiga essas mortes.As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
OtanataqueviolênciaAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.