Aref TAMMAWI / AFP
Aref TAMMAWI / AFP

Ataque aéreo do governo sírio mata dois soldados turcos em Idlib

Com baixas provocadas pelas forças de Bashar Al Assad, chega a 19 o número de militares turcos mortos em território sírio

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de fevereiro de 2020 | 07h23

ISTAMBUL - Dois soldados turcos morreram e dois ficaram feridos em um ataque aéreo comandado pelo Governo da Síria na província de Idlib, anunciou o ministério da Defesa da Turquia.

O exército turco - que apoia vários grupos rebeldes na região noroeste da Síria - também anunciou medidas de represália contra "alvos do regime sírio". O balanço de militares turcos mortos em ataques sírios na região de Idlib subiu para 19.

Com apoio aéreo da Rússia, as tropas sírias mantêm uma ofensiva para recuperar o reduto rebelde de Idlib.

Centenas de milhares de pessoas foram obrigadas a fugir de suas casas na região desde dezembro, no maior deslocamento registrado desde o início da guerra civil na Síria em 2011.

Os ataques às tropas turcas aumentaram a tensão entre Turquia e Rússia, dois aliados tradicionais.

Ancara exigiu que Damasco recue suas tropas da região a um ponto atrás dos postos militares turcos em Idlib./ AFP

Tudo o que sabemos sobre:
Idlib [Síria]TurquiaSíria [Ásia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.