Ataque aéreo dos EUA mata cinqüenta afegãos

Pelo menos 50 afegãos morreram em um ataque aéreo da coalizão dirigida pelos Estados Unidos contra um suposto refúgio talibã no sul do Afeganistão, informou hoje o comando americano em Cabul.O ataque começou ontem à noite e os bombardeios continuaram esta madrugada no povoado de Azizi, na província de Kandahar.A ofensiva tinha como objetivo capturar os terroristas na região, segundo um comunicado da coalizão militar.Relatórios não confirmados assinalam que cerca de 30 civis podem ter morrido nos bombardeios, segundo moradores da área. No entanto, o comando militar afirmou que os falecidos eram "membros ativos da rede talibã e realizaram ataques contra a coalizão e forças afegãs, além de civis".A ofensiva militar americana encontrou uma forte resistência armada por parte dos talibãs. As tropas americanas confirmaram a morte de 20 talibãs, mas segundo números não confirmados teriam morrido mais de 50 rebeldes e outros 60 teriam sido feridos.Cinco talibãs foram detidos e estão sendo submetidos a interrogatório, informa o comunicado. A crescente violência nas províncias sulinas do Afeganistão como Kandahar, Helmand, Zabul e Uruzgan causou a morte de mais de 200 pessoas nos últimos cinco dias, entre eles soldados estrangeiros, agentes afegãos, civis e os próprios terroristas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.